Pular para o conteúdo

Servidor, nas horas vagas, troca Tribunal de Justiça pela observação da Via Láctea

31/10/2016 10:16
3375 visualizações

Como já virou tradição nos últimos anos, o servidor Alexandre Amorim, eletricista lotado na Diretoria de Engenharia e Arquitetura (DEA) do TJ e astrônomo amador nas horas vagas, acaba de lançar a obra Anuário Astronômico Catarinense 2017. Trata-se, em verdade, de sua quarta publicação nesta seara, atividade que preenche boa parte de suas horas de lazer. Na dita ociosidade, ele literalmente troca o TJ pela observação constante da Via Láctea.

O anuário propicia aos leitores a relação dos principais eventos astronômicos previstos para 2017, de forma a servir de guia tanto para a observação particular como para atividades públicas de contemplação dos fenômenos celestes. Embora seu título inclua o genitivo "Catarinense", este anuário astronômico relaciona eventos visíveis em todo o Brasil. Ele inclui também astronotícias, comentários e ensaios relacionados com a observação astronômica.

"Seu uso é recomendado tanto aos astrônomos amadores como a planetários e demais instituições de astronomia, até mesmo aos profissionais de astronomia e demais interessados nessa ciência", garante Alexandre, praticamente um aspirante a selenita. Interessados na temática podem contatá-lo através do fone (48) 9618-3063. A equipe de WebTV do TJ, no quadro "Hora Extra", produziu reportagem em abril deste ano em que apresenta a dedicação de Alexandre durante a folga de seus afazeres no Judiciário. Confira aqui.

 

Fotos: Divulgação/Unsplash
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Américo Wisbeck, Ângelo Medeiros, Daniela Pacheco Costa e Sandra de Araujo