Pular para o conteúdo
« Voltar

Presidência e CGJ instituem Programa Permanente de Julgamentos Prioritários

25/08/2014 18:56
3170 visualizações

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Nelson Schaefer Martins, e o corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Cezar Medeiros, assinaram hoje, dia 25/8, a Resolução Conjunta n. 6, que institui o Programa Permanente de Julgamentos Prioritários. O objetivo é julgar os processos ajuizados há mais de cinco anos e conclusos para sentença, dentro do programa de eficiência e celeridade da administração do Tribunal, para melhor atender aos jurisdicionados e às determinações da Meta 2 do CNJ - Conselho Nacional da Justiça, em caráter permanente.

Com base nesta resolução, a Corregedoria-Geral da Justiça fará um monitoramento em todas as comarcas do Estado a fim de traçar estratégias para os julgamentos, com o mapeamento de juízes que possam colaborar. Segundo o corregedor-geral, o sistema é diferenciado e prevê medidas para que tanto o magistrado que cede quanto o que recebe as ações para julgamento mantenham o ritmo de trabalho. A perspectiva, segundo o desembargador Medeiros, é de que até o final do ano sejam julgados mais de 10 mil processos com a aplicação da resolução.

A assinatura contou com a presença da desembargadora Sônia Maria Schmitz, 2ª vice-presidente, dos juízes-corregedores Maria Paula Kern, Luiz Henrique Bonatelli e Antonio Zoldan da Veiga, do coordenador doa Magistrados, juiz Marcelo Pizolati, além dos juízes auxiliares da Presidência Vitoraldo Bridi, Sílvio José Franco e André Alexandre Happke e assessores da Presidência.

 

Fotos: Bruna Eloise Mendes - AI do TJSC
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Américo Wisbeck, Ângelo Medeiros, Daniela Pacheco Costa, Maria Fernanda Martins e Sandra de Araujo