Pular para o conteúdo

Membros de organização criminosa com atuação em SC são condenados no Vale do Itajaí

11/06/2019 18:28
1842 visualizações
Integrantes de uma organização criminosa que atua em todo o território catarinense e é responsável por crimes como tráfico de drogas, roubos, homicídios, porte/posse ilegal de arma de fogo e atentados contra a sociedade em geral foram condenados nesta semana (10/6) pela juíza Camila Murara Nicoletti, titular da Vara Criminal da comarca de Gaspar. Os membros, que agiam nas cidades de Ilhota, Blumenau, Navegantes e Gaspar, no Vale do Itajaí, foram condenados a penas que, somadas, alcançam mais de 50 anos de reclusão.
 
Entre os 11 réus no processo de mais de 2,1 mil páginas, constatou-se a participação de 10 deles em facção do crime organizado atuante nos presídios catarinenses, os quais foram condenados com base na Lei n. 12.850/13. As investigações que deram origem ao processo tiveram como início a apuração das mortes de dois usuários de drogas em dezembro de 2016 e janeiro de 2017, ambos na cidade de Ilhota.
 
Interceptações telefônicas e o depoimento de testemunhas apontaram o envolvimento do grupo, com distintas funções dentro da facção. A organização criminosa empregava armas de fogo no exercício de suas atividades e utilizava adolescentes no tráfico de drogas, na aquisição de armas de fogo e até mesmo em homicídios em que foram executadas pessoas que contrariavam o regramento do grupo.
 
Os réus, já presos por homicídio, tráfico de drogas e roubo qualificado entre outros crimes, devem cumprir as penas em regime inicialmente fechado. Do grupo acusado, apenas um dos integrantes poderá recorrer da decisão em liberdade, pois já alcançou o direito à progressão para o regime aberto e não tem informes de mau comportamento carcerário, tampouco processo de execução criminal ativo. O processo tramita em segredo de justiça.
 
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Assessoria de Imprensa/NCI