Pular para o conteúdo

Tribunal de Justiça amplia vagas em seu bicicletário para colaboradores e visitantes

08/03/2018 17:34
2355 visualizações

O Tribunal de Justiça acaba de ampliar o número de vagas para acolher colaboradores e visitantes que se dirigem à corte em um dos mais populares meios de transporte alternativo. Um novo espaço capaz de receber até 32 bicicletas está disponibilizado junto à calçada de acesso ao hall de entrada do Salão do Júri da comarca da Capital. Somado ao bicicletário já existente na parte frontal de acesso à Torre I do Tribunal, com mais 28 vagas, o espaço eleva a capacidade para receber 60 ciclistas que se dirigem ao TJ ou mesmo ao Fórum da Capital, em prédio anexo.

O advogado Francisco Luz de Mascarenhas é um dos que trocaram o automóvel pela bicicleta, medida adotada há 10 anos. Com ela, desloca-se entre sua casa, no bairro da Trindade, e seu escritório, no centro da Capital. Cumpre seus afazeres profissionais com este meio alternativo de transporte e elogia a iniciativa do TJ em oferecer vagas de estacionamento para as bikes. Ele enumera as vantagens do seu meio de transporte: "Não sofro com engarrafamentos, faço economia em tributos, combustível e manutenção do carro e, fundamental, minha saúde é a principal beneficiada".

O estacionamento do Tribunal é bem avaliado pelo advogado, que destacou sua localização segura, próxima da guarita dos policiais e coberta por sistema de videomonitoramento. Infelizmente, lamenta, nem todos os órgãos públicos acompanham essa tendência. A  arquiteta Débora Carolina Piazza, lotada na Diretoria de Engenharia e Arquitetura (DEA), diz que todos os fóruns edificados a partir de 2011 já contemplam bicicletários em seus projetos.

As novas sedes das comarcas de Gaspar e Canoinhas, exemplificou, recentemente inauguradas pelo TJ, já foram entregues com espaço apropriado para guarda de bicicletas. Outros fóruns, após solicitação, já ganharam ou devem ganhar a funcionalidade em breve. A medida atende aos conceitos de mobilidade e sustentabilidade, defendidos pela Secretaria de Gestão Ambiental do TJ. A Diretoria-Geral Administrativa (DGA) é que dá suporte para esta iniciativa. 

Fotos: Ângelo Medeiros/Assessoria de Imprensa TJSC
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Américo Wisbeck, Ângelo Medeiros, Daniela Pacheco Costa e Sandra de Araujo