Pular para o conteúdo

Sentença relâmpago encerra processo penal 18 dias após seu ingresso na comarca

05/07/2017 17:39
2281 visualizações

O juiz Márcio Umberto Bragaglio, titular da Vara Criminal da comarca de Joaçaba, prolatou sentença condenatória em ação que envolveu a prática de tráfico de entorpecentes após 18 dias da abertura do processo. No caso, houve prisão em flagrante em 10 de junho deste ano e a sentença foi proferida ao final da audiência de instrução e julgamento, realizada no dia 28 do mesmo mês.

Segundo Bragaglia, a agilidade tem sido característica da unidade, graças ao esforço conjunto das competentes equipes de cartório e gabinete, e também do Ministério Público, sob comando do promotor de Justiça Protásio Campos Neto. E isso, faz questão de registrar, com uma expressiva entrada de processos mensal, que gira em torno de 220 novos feitos, sem que tais números impliquem no incremento do estoque.

Na sentença, o magistrado registrou o encaminhamento, por parte do Juízo, de verbas ao Núcleo Regional de Perícias de Joaçaba (IGP), que viabilizaram a montagem de importante laboratório de análises químicas, responsável pela rapidez na elaboração dos laudos definitivos de tóxicos. No caso em questão, exemplificou, o laudo definitivo do entorpecente apreendido foi emitido pelo IGP três dias após a prisão. O juiz ressaltou também a já demonstrada qualidade do corpo de peritos em atuação em Joaçaba. 

Fotos: Arquivo/Assessoria de Imprensa TJSC
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Américo Wisbeck, Ângelo Medeiros, Daniela Pacheco Costa e Sandra de Araujo