Pular para o conteúdo
« Voltar

Juiz abre mão de segunda vaga de assessor após readequação de unidades judiciárias

15/10/2018 17:48
8913 visualizações

Uma alteração efetuada nas unidades judiciárias da comarca de Braço do Norte, que resultou na diminuição do número de processos, levou o juiz Klauss Corrêa de Souza a solicitar ao Tribunal de Justiça, de forma espontânea, a reanálise da necessidade de nomear um segundo assessor para sua unidade. Com isso, a vaga será redirecionada a outra vara do Estado com quantidade maior de ações em trâmite.

Estavam sob a responsabilidade do magistrado a Vara Criminal e o Juizado Especial Cível e Criminal, que contavam quase sete mil processos, o que colocava Braço do Norte na lista das comarcas com prioridade para nomeação da primeira leva de assessores. Agora, Klauss Corrêa passa a responder somente pela Vara Criminal e Juizado Especial Criminal.

Com isso, ele terá um acervo com cerca de dois mil processos a menos. "Assim, diante da alteração de competência das unidades judiciárias da comarca de Braço do Norte, ciente de que os números da minha unidade, que justificariam o recebimento do cargo de segundo assessor, foram alterados/reduzidos, solicitei ao TJ a reanálise dos números das unidades, a fim de verificar a unidade do Estado que mereceria prioridade na nomeação do segundo assessor", destacou.

O presidente do TJ, desembargador Rodrigo Collaço, e o corregedor-geral da Justiça, desembargador Henry Petry Junior, cumprimentaram o magistrado e destacaram que esse é o comportamento à altura de quem é agente de Estado.

Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Américo Wisbeck, Ângelo Medeiros, Daniela Pacheco Costa e Fabrício Severino