Pular para o conteúdo

Elogios e cobranças marcam encontros da cúpula do TJ com magistrados de 1º grau

20/02/2018 11:01
12224 visualizações

É reconfortante compartilhar angústias vividas no 1º grau com o corpo diretivo da instituição. Recebê-los aqui é muito bom, mas a oportunidade de sermos ouvidos é ainda melhor. Com modulações no tom, o depoimento da juíza Naiara Brancher, diretora da comarca de Camboriú, exprime o sentimento de boa parte dos magistrados que participaram, na última segunda-feira (19/2), dos primeiros encontros regionais promovidos pela cúpula do TJ, em Balneário Camboriú e Joinville.

Nem tudo foram flores, por óbvio, com espaço também para críticas e muitas reivindicações. Todas registradas pelos assessores da Presidência. O panorama, contudo, apenas reforçou uma necessidade detectada pelos atuais dirigentes, mesmo antes da posse ocorrida há 17 dias. "Vamos passar os próximos dois anos na busca constante do aperfeiçoamento da nossa Justiça, principalmente de 1º grau, para reverter um quadro em que registramos dados estatísticos não condizentes com a qualidade dos nossos magistrados e servidores", prometeu o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rodrigo Collaço.

Em um só dia, ele teve contato direto com cerca de 50 juízes. O presidente abriu espaço aos colegas dirigentes para explanações e resumiu o plano de trabalho em alguns eixos, que compreendem a sobreposição da atividade-fim sobre a atividade-meio, a priorização do 1º grau de jurisdição e a busca de alternativas para o sistema de automação do Judiciário. A área da segurança institucional, tanto das edificações quanto de magistrados e servidores, também foi destacada. O delegado Mauro Rodrigues e o coronel Marco Dutra foram apresentados aos participantes dos encontros.

Ciceroneado pela presidente em exercício da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), juíza Jussara Wandscheer, e acompanhado de todos os integrantes da chapa vencedora das últimas eleições e também de juízes auxiliares e corregedores, o presidente do TJ reuniu-se com magistrados do litoral norte no início da tarde, no Tribunal do Júri da comarca de Balneário Camboriú, e, no início da noite, na Sala de Reuniões da comarca de Joinville. Na opinião dos magistrados, a postura da nova cúpula ao buscar esta aproximação com a base é elogiável.

"Considero esta iniciativa ótima, pois revela alto espírito democrático e uma disposição para ouvir que é fundamental. A abertura deste canal de diálogo, desde o início da gestão, é digna de registro", comentou o juiz Sérgio Junckes, titular da 3ª Vara Cível de Itajaí. Sua colega Joana Ribeiro, diretora da comarca de Tijucas, fez coro: "Sentimos uma energia muito positiva", resumiu. As primeiras medidas anunciadas pela administração, como o reforço no apoio aos gabinetes dos juízes, também foram bem avaliadas nos encontros.

"O gargalo hoje está no gabinete dos juízes. Que bom que chegou a nossa vez", destacou a juíza Candida Inês Zoellner Brugnoli, diretora da comarca de Jaraguá do Sul. As manifestações de apoio, de qualquer forma, são também pragmáticas quando preciso. "Agradecemos a sensibilidade, mas esperamos logicamente a concretização da medida para breve", concluiu. A expectativa da Presidência é que, após passagens pelo Órgão Especial, Conselho Nacional de Justiça e Assembleia Legislativa, a introdução de mais um assessor jurídico possa ser implantada a partir do 2º semestre deste ano.

Acompanharam o presidente nos encontros de segunda-feira os desembargadores Moacyr de Moraes Lima Filho (1º vice-presidente), Henry Petry Júnior (corregedor-geral de Justiça), Carlos Adilson Silva (2º vice-presidente), Altamiro de Oliveira (3º vice-presidente) e Roberto Lucas Pacheco (vice-corregedor-geral de Justiça); os juízes auxiliares Rafael Germer Condé (Comagis), Laudenir Petroncini, Carolina Ranzolin Nerbass Fretta e Cláudio Barbosa Fontes Filho; o juiz-corregedor Ricardo Rafael dos Santos; o coronel Marco Dutra (Casa Militar) e o delegado Mauro Rodrigues (GSI-PC). O desembargador Ricardo Roesler, presidente eleito do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) com posse prevista para 12 de março, esteve presente ao encontro realizado em Joinville. 

Fotos: Ângelo Medeiros/Assessoria de Imprensa TJSC
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Américo Wisbeck, Ângelo Medeiros, Daniela Pacheco Costa e Sandra de Araujo