Pular para o conteúdo
« Voltar

DDI entrega reforma do Arquivo Central e equaciona problema de espaço nas comarcas

10/01/2018 15:21
2083 visualizações
A Diretoria de Documentação e Informações (DDI) conclui a gestão com saldo positivo de realizações, cujos efeitos práticos já começam a ser registrados pela administração do Poder Judiciário. A principal delas envolveu o término da reforma do prédio do Arquivo Central no vizinho município de Palhoça, com liberação de espaço para o recolhimento imediato de mais 50 mil caixas de processos findos arquivados, depositadas atualmente nas comarcas.
 
Em paralelo, a diretoria retomou o procedimento de descarte de processos judiciais findos arquivados, com minuciosa análise de todo o acervo. Tal medida contribuirá, a longo prazo, para abertura de mais espaço, o que possibilitará o recebimento de novos acervos ainda depositados nas comarcas e a devolução de imóveis locados para a guarda de processos judiciais encerrados.
 
Os esforços nesta área também envolveram a estruturação da Seção de Digitalização de Processos de 1º Grau, que durante 2017 preparou e digitalizou mais de 13 mil processos judiciais da comarca da Capital acondicionados em 2,3 mil caixas - documentos que receberão destinação ambiental adequada após o trânsito em julgado e não serão remetidos ao Arquivo Central.
 
Outro avanço significativo ocorreu a partir da alteração da classificação contábil e patrimonial de obras bibliográficas, que resultou na simplificação dos procedimentos de baixa e descarte de livros defasados, proporcionou economia de recursos e possibilitou a destinação de acervos a bibliotecas interessadas, como a Biblioteca Pública do município de Campos Novos.
 
A dinamicidade no acesso a conteúdos atualizados será proporcionada com a contratação de assinaturas da "Minha Biblioteca", biblioteca virtual cujo acervo supera mais de 7 mil livros, para todos os magistrados catarinenses e parte de seus assessores - projeto deflagrado no final de 2017 e que prevê a distribuição de senhas para o início deste ano.
 
Por fim, a DDI realizou a exposição "A máquina, a terra, a luta: 100 anos do fim da Guerra do Contestado", mostra inédita que exibiu documentos e objetos de diversas instituições de preservação da história e da memória catarinense, inclusive do próprio Poder Judiciário, e que recebeu mais de 2.300 visitantes, principalmente estudantes, o que contribuiu para uma maior aproximação da instituição com a sociedade.
 
Fotos: Arquivo/Assessoria de Imprensa TJSC
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Américo Wisbeck, Ângelo Medeiros, Daniela Pacheco Costa e Sandra de Araujo