Pular para o conteúdo
« Voltar

Conservação de processos judiciais foi discutida durante evento realizado em Lages

20/05/2019 14:52
1506 visualizações

A 3ª Semana Nacional de Arquivos, prevista para ocorrer em todo o país entre 3 e 9 de junho, teve sua programação antecipada em Lages, no Planalto Serrano. E uma das atividades propostas foi a discussão sobre arquivos, pesquisas, processos históricos, jornalismo e fontes históricas. O juiz Silvio Orsatto, titular do Juizado Especial Cível, foi um dos convidados a abordar o tema, em evento organizado pela Fundação Cultural do Museu Thiago de Castro.

O magistrado, que também é pesquisador, ressaltou a importância da conservação dos processos judiciais na formação de arquivos para documentar pesquisas - não apenas por historiadores. "Isso vale para estudos feitos por profissionais do Direito, Psicologia e Sociologia, que teriam como fonte primária processos criminais, de inventário, eleitorais e trabalhistas entre outros, e que registram dados importantes".

Ele citou como exemplo fatos da vida cotidiana desde o advento da Código Penal de 1830, do voto censitário e da conquista do voto feminino e das relações de trabalho, como as condições de desempenho das atividades e meios de pagamento.

A Semana Nacional de Arquivos é um período dedicado a eventos de cunho acadêmico ou artístico-cultural relacionados aos arquivos de todo o país, numa iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública e da Fundação Casa de Rui Barbosa. Tem a finalidade de divulgar os trabalhos desenvolvidos pelos centros de memórias e entidades detentoras de acervos arquivísticos, como o Museu do Poder Judiciário de Santa Catarina.

Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)
Textos: Assessoria de Imprensa/NCI